quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Caldo de Sururu


Quando criança eu amava brincar de fazer comidinha, e meus ingredientes eram coisas como terra, flores, água, grama, formigas e todo tipo de porcaria... E hoje na praia quando ví o tal caldo de sururu foi impossível não lembrar daquela época.

Caldo de sururu é como uma sopinha cremosa de marisco. O caldo é quente, verde, borbulha e te alguns ingredientes estranhos que nunca vi para engrossar o caldo.

Praticamente uma poção mágica de bruxa má.

MAS... É uma delícia. Para quem gosta de marisco, veja bem. Como sou super fã de uma boa mariscada, me acabei no caldo de marisco.
Para acompanhar um vinagrete bem picante e limão. Divino!

Será que consigo arrancar a receita do pessoal daqui? Tentarei...


Pescada branca ao molho de camarão

Antes de qualquer coisa, perdoem a qualidade das fotos e a qualidade duvidosa da aparência da comida...
É esse tipo de desastre gastronômico que acontece quando se cozinha com panelas estranhas de uma casa alugada, sem utensílios adequados e morrendo de fome. Fica tudo assim, meio semi mastigado.

Mas juro que estava delicioso.

Molho verde, devido aos tomates estarem irremediavelmente verdes...


Não pude fazer essa receita como eu estava planejando, pois viajar com amigos nórdicos e orientais com estômago sensível limita um pouco minha criatividade! hehehe
Comprei azeite de dende, leite de coco, castanhas... E não pude usar nada sem correr o risco de ser linchada.

Mas usei manteiga de garrafa para preparar o peixe. Mesmo ouvindo comentários como:

- Meu Deus Paula, olha a cor dessa manteiga!! Uma coisa assim amarela não tem como ser saudável!

ou

- Arg que cheiro de manteiga derretida!!!

Ou ainda

- Você vai fritar o peixe na manteiga??

Bom.. Depois que o pessoal saiu da cozinha eu consegui fazer a receita mais ou menos como pretendia.. rs
No fim tudo deu certo, todos comeram ate passar mal (pela quantidade injerida veja bem) e ficaram felizes.

Bom, chega de blablabla e vamos a receita não?

Peixe moído!


Posta de pescada branca com molho de camarão

Para temperar o peixe usei sal (mentira usei tempero completo, mas só pq não encontrei sal no supermercado...), alho amassado, limão e pimenta do reino moída.

Para grelhar usei manteiga e óleo e primeiro tentei uma grelha. Mas os peixes gostaram tanto que não queriam sair dalí. Depois tentei grelhar numa frigideira esmaltada que encontramos jogada num armário. Deu mais certo, ou menos errado dependendo do ponto de vista.
Mas como só dispunha de uma colher de pau e uma colher para cozinhar, retirar os peixes da frigideira foi assassinato.. Eles se quebraram inteiros. Triste de se ver.

Para o molho:

1 tomate picado (só existe tomate verde para vender por aqui... Quase chorei com isso)
1/4 de cebola picada
manteiga e óleo para fritar (se tiver azeite a mão pode usar, fica ate melhor)
400grs de camarão limpo
sal e pimenta a gosto

Frite a cebola, acrescente o tomate e frite bem. Tempere o molho.. Refogue os camarões nesse molho e pronto.

Sem segredo.

Carne de sol acebolada


Comemos essa carninha perfeita na praia de embassaí, bahia.
A única carne de sol realmente boa que provei em sp foi a do restaurante Amigos do Picuí, e super recomendo, é tudo realmente delicioso e fartamente servido.

Mas admito que essa carne de sol que provamos aqui na bahia consegue ser ainda melhor.

Não sou nenhuma critica gastronomica e meu único padrão é minha barriga, o que não é nenhum padrão de qualidade absoluta... Então se você já provou uma carne de sol perfeita, me conte onde por favor! E irei comer tbm! rs

Outra coisa importante de comentar é sobre a mandioca daqui, que é chamada de aipim. Ela é muito mais macia e adocicada que a paulista. Um pecado!

O melhor é o preço, muito menor que em qualquer barzinho paulista. Povo justo, adorei.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Rosca de kiwi


Estou sendo uma péssima blogueira, primeiro fico alucinada com problemas de trabalho e quase não cozinho... E agora estou na bahia num apartamento que não tem talheres e que as panelas cheiram a borracha quando se cozinha um miojo nelas...

Então essa semana não irei cozinhar nada, não que não queira estou sofrendo sem poder cozinhar nem um ovo mexido. Mas não tem condições MESMO.
E para meu sofrimento piorar estou lendo "Julie e Julha", o livro sobre o blog, que virou um filme. Recomendo tanto o filme quanto o livro. MUITO bons.

Mas ler sobre manteiga, echalotas, gelatinas de carne com ovos pochés e bavarois de laranja está me deixando desesperada. Estou sem cozinhar a dois dias e sinto que vou sonhar com arroz fresco e salada de maionese a qualquer momento.

Não que a comida daqui seja ruim, ela é DIVINA. Mas.. Não fui eu que cozinhei.. E me conforta fazer alguma comidinha pelo menos uma vez ao dia, nem que seja uma salada de salsinha.

E estou de tpm e jantei macarrão instantâneo sabor cogumelos... É a morte.

Tudo bem que ontem almocei camarões gigantes com molho de alho e peixe frito com salada na beira da praia.. E jantei espaguete com frutos do mar num restaurante fofo... E que hoje almocei caranguejos e carne de sol.. Mas jantar macarrão instântaneo detona com meu bom humor.

Porem dentro disso tudo surgiu uma coisa boa... Acho que seria legal compartilhar aqui mais sobre o que eu sinto e penso sobre comida. Estou um pouco cansada de escrever só as receitas e não contar as piadas que surgiram enquanto servia o prato ou por que eu necessitava de uma comida reconfortante.. Coisas babacas do tipo, que possivelmente ninguem vai ler nem se importar. Mas vai me fazer bem contar, então contarei.

Pois vem.. Estamos na praia do forte na bahia, possivelmente o local mais lindo do planeta.
E aqui o pessoal chama caipirinha de rosca. Não me pergunte por que, eu não sei nem o povo dos restaurantes souberam me explicar.

Parece que turista paulista é muito mal visto por aqui, e em outro post conto pq.. acho que descobrimos, e ate dei motivo a eles. Mas enfim, quando perguntei o que era rosca aconteceram 2 coisas ao mesmo tempo:

- meus amigos riram muito ao me ver perguntar inocentemente pro garçon "moço o que é uma rosca?"

E

- o garçon me olhou como se eu fosse um alien e me disse "é uma bebida de fruta, cachaça e açúcar", e eu disse "então é caipirinha?" e ele respondeu "É.. acho que é sim" isso com sotaque soteropolitano o que deixou tudo mais legal. Acho que ele não me levou muito a serio..

Pois bem, pedi uma de kiwi. Acontece que rosca é 2 vzs maior e 10 vzs mais gostosa que a caipirinha que conheço em sp e em todos os outros lugares que conheci.

E agora estou no apartamento, sofrendo de desejo por uma rosca... Oh Deus isso soa tão obsceno!

Se você não achou engraçado, olhe essa imagem minha, escondendo a cabeleira rebelde e fodida (depois conto melhor, mas o resumo é: me deixaram loira... ) dos ventos bahianos e me imaginem perguntando para um desconhecido: Moço o que é uma rosca?

Praticamente uma bahiana colorida...

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Tender com geléia de gengibre


Essa receitinha é uma adaptação de uma receita da Nigella, é tão simples que da vergonha de chamar de receita...

Deixe o tender marinando em 1 garrafa de sidra, com 2 colheres fartas de geléia de gengibre e pedacinhos de gengibre picado (usei cerca de 4 cm de gengibre).
Deixe o máximo de tempo que der, vou deixar o meu o dia inteiro.

Para preparar, cozinhe o tender por umas 2 horas (mais tempo se ele for grandão).

Depois passe o tender com o caldo para uma assadeira, cubra o tender com mais geléia de gengibre e leve ao forno ate dourar.

Pronto!

Vale contar que ainda não testei a receita, sempre faço com ele na sidra mas é a primeira vez que vou por gengibre!

Ah sim, e minha geléia é de gengibre com limão! Mas qualquer uma serve.
Na falta de geléia de gengibre, se uma de laranja com gengibre ralado que dá na mesma!

bebida para festa



Primeiro vou postar a receita exatamente como está no livro Dona benta, depois as modificações que estou fazendo!

Bebida para festas

1 caixa de morangos frescos
2 garrafas de vinho branco gelado
1 garrafa de champanhe gelado
1 garrafa de água mineral com gás gelada

Limpe os morango e cubra-os com açúcar.
Junte aos morangos uma garrafa de vinho e deixe gelar na geladeira por 1 hora e meia.
Pouco antes de servir, misture os outros ingredientes (pode-se cortar os morangos pedaços)
Mexa bem e sirva.

Essa receita rende uns 4 litros de bebida, e para minha ceia é um exagero. Principalmente por que irei servir esse drink acompanhando as entradinhas.

Então estou fazendo assim:

Lavei e piquei bem 1 caixa de morangos. Coloquei açúcar demerara suficiente para envolver bem todos os pedaços de morangos. Deixei em repouso algumas horas e congelei.

Na hora de servir, irei bater os morangos congelados com 2 copos de água com gás. Misturar meia garrafa de sidra e meia de vinho branco.

E vamos ver como fica essa mistureba! Acredito que fique um drink levinho, fresco.. Quase um suco...
Veremos... Amanhã conto o que que deu! rs


PS: Tive preguiça de sair pra comprar água com gás, pq claro esqueci de comprar antes... E usei só o vinho branco (baratenho) e a sidra. E h... Ficou divino!!!! Nota 10!

Bolo de chocolate com recheio de avelãs



Para preparar esse bolo eu comprei 2 assadeiras redondas pequenas, para ficar uma apresentação mais classuda. Assim ele fica pequeno mas bem alto.

Massa:


 1 1/2 xícara de farinha de trigo
1 1/2 xícara de açúcar
1 1/2 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal
1/2 xícara de cacau em pó
6 ovos grandes (claras separadas das gemas)
1/2 xícara de óleo
175ml de água


Misture a farinha, o açúcar, o fermento, o sal e o cacau. Reserve.

Na batedeira, bata as gemas, o óleo e a água ate formar espuma.

Junte a mistura de farinha, misturando delicadamente. Bata as claras ate formar picos duros, misture com a massa com cuidado.

Coloque em 2 formas de 20 cm e asse por 40 min aproximadamente, ou o suficiente para espetar um palito e ele sair sequinho.
A receita pede para untar a forma, mas irei user papel manteiga pela praticidade.

Recheio

1 xícara de creme de leite fresco
400grs de chocolate meio amargo picado
200grs de manteiga
1 xícara de avelã sem casca e picada (reserve algumas inteiras para decorar)

Numa panela, aqueça o creme de leite ate começar ferver. Retire do fogo e junte o chocolate picado e a manteiga. Misture ate que fique liso e brilhante. Deixe esfriar e quando começar a ficar espesso coloque as avelãs.Corte cada bolo ao meio e recheie...

Cobertura

2 xícaras de creme de leite fresco
2 colheres de sopa de karo (glicose de milho)
1 pitada de sal
500grs de chocolate meio amargo picado

Misture o creme de leite, o karo e o sal e leve ao fogo ate começar a ferver. Retire do fogo e junte o chocolate.
Deixe em repouso por 5 min, mexa ate ficarliso e brilhante. Espere amornar para ficar mais firme, e passe sobre o bolo.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Linguiças assadas com tomates



Receitinha adaptada do Oliver!
Não o Olivier que fala engraçado, o Oliver londrino bonitinho!

Já postei essa receita aqui mas tirei foto com o celular e meu computador se nega a entender que aquilo é uma foto...
Então refiz, ainda mais caprichado!

Não se apegue muito a quantidade, com mais linguiça ou menos vai dar certo.. Com mais ou menos tomate, tbm vai dar certo.. vá com fé.

Lave bem os tomates e faça um corte na pele, formando um X. Coloque na assadeira, regue com sal, azeite, manjericão, orégano, cebolinha e tomilho.
Leve ao forno coberto com papel alumínio. Quando o tomate estiver meio cozido, retire a pele dele. É só puxar que sai tudo. Se estiver muito quente use um garfo para ajudar.

Volte os tomates ao forno.

Toste ligeiramente as linguiças na frigideira, bem rapidinho. Só para garantir que a pele fique crocante.

Coloque as linguiças na assadeira, regue com azeite, capriche mais no manjericão. E leve ao forno ate que as linguiças estejam bem douradas.

E só... O que demora são os tomates, quanto mais maduros melhor e mais simples de assarem.
Usei linguiça de cordeiro e linguiça toscana normal.

Chester ao vinho branco

Foto tosquenha, depois troco por uma boa que o maridão tirou

Vou começar a preparar o chester 2 dias antes, primeiro descongelando em geladeira.

Uma coisa que aprendi é primeiro descongelar a carne e só depois coloca-la para marinar.
Em outubro fiz um pernil divino, mas coloquei ele congelado na marinada.. E foi um desastre. A carne solta muita água, ela se mistura com a marinada e fica tudo aguado, sem sabor.

Então comece sempre descongelando com calma, na geladeira. Segundo o fabricante ele leva 48hrs para descongelar em geladeira, então já retirei do frezzer hoje.

Prepare uns dias antes um tempero básico para o chester, batendo no liquidificador 1 cebola, 3 dentes de alho, meia pimenta malagueta (ou molho de pimenta) e 1 colher de maionese (ou molho tártaro, que eu sou apaixonada) e sal a gosto.

Bom, depois do chester descongelado, retire o saquinho com os míudos. Faça furos nele com a ajuda de uma faquinha afiada ou um garfo. Coloque em uma assadeira ou bacia grande e besunte-o bem com os temperos batidos. Regue tudo com 1 garrafa de vinho branco seco (ou 2 dependendo do tamanho do chester). Não precisa caprichar na marca do vinho, qualquer um de "cinco real" serve.
Cubra com papel filme e deixe marinando na geladeira. Vire o chester a cada 1 ou 2 horas.
Durante a noite deixe o peito para baixo, em contato com a marinada.

Deixe marinar ate o dia da festa, ele vai ficar aproximadamente 1 dia inteiro ou quase 2 marinando.

No dia da festa, retire-o da marinada, seque com um papel toalha. Besunte todo o chester com manteiga. Amarre os pés do chester, isso é super importante para que ele não fiquei arreganhado.
Faça uma caminha na assadeira com bacon em fatias, e coloque o chester por cima dela.

Regue tudo com a marinada, cubra com papel alumínio e leve ao forno. A cada 20 min aproximadamente, abra o forno e regue bem o chester com a marinada.
O chester leva em média 1h30 para assar por completo. Faltando de 30 a 20 minutos retire o papel alumínio para que ele doure.

Depois de pronto, retire do forno, cubra com o papel alúminio e espere uns 10 minutinhos para servir. Dizem que isso deixa ele mais suculento, "descansado". Vamos testar né? Não custa...

Prometo ir tirando fotos de todo o processo e ir pondo aqui aos poucos, conforme for fazendo. Assim se alguem quiser fazer junto comigo não vai precisar se desesperar.

90% das famílias colocam farofa dentro do chester, mas ainda não tive tempo de pensar na farofa, e por aqui eu sou a única que come miúdos... então acho que meu chester vai ser oco mesmo...


Vale lembrar que essas dicas servem tanto pra chester, quanto para peru quanto para o franguinho nosso de todo dia!

Comentário nada a ver do dia:

Todo ano eu atormento todo mundo com uma teoria minha, que vcs verão, faz todo sentido...

Você ja comeu ganso? Não? Nem eu..  Se já comeu tenha consciência de que vc é minoria.
Agora me diz, onde arrumam tantas plumas e penas de ganso para fazer travesseiros e edredons????
É que na verdade, são penas e plumas de CHESTER! Todo natal eles se abastecem de penas e plumas suficientes para a produção do ano todo!

Sou ou não sou um gênio? HÁ industria de travesseiros, desvendei o segredo de vcs! HO HO HO

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Batata gratinada com queijo e páprica




Receita facinha, vc prepara de manhã e leva ao forno pouco antes de servir! Perfeita para a correria!


Batata gratinada com queijo e páprica

4 batatas descascadas, cortadas em rodelas e cozidas (não cozinhe demais! Só o suficiente para ficarem macias)
1 lata de creme de leite
1 lata de leite (use a lata do creme de leite de medida para o leite)
2 colheres de sopa de pápripa picante
2 xícaras de queijo prato ralado
1 xícara (gorda) de gruiere ralado
parmesão ralado e sal a gosto

Misture o creme de leite com o leite, coloque páprica e sal a gosto. Misture o gruiere com o queijo prato.
Coloque uma camada de creme em uma travessa ou forma, coloque uma camada de batatas. Por cima coloque mais creme e jogue uma camada de queijo, cubra com batata, coloque creme e por cima e mais queijo.. Repita ate acabarem as batatas. Termine com o creme.
Cubra com queijo parmesão ralado.

Leve ao forno para dourar.

Simples não?

Terrine de salmão defumado e aspargos

Foto da revista Claudia, assim que fizer o meu posto aqui a foto! 


Mais uma receita da revista Claudia comer e beber! Sim.. Eu coleciono essas revistas a anos.. Admito! rs

Nunca testei essa receita, mas pelo visto não tem erro. Assim que fizer a minha posto foto de como ela ficou.
Também vou preparar um dia antes, para no dia 24 ter menos trabalho!

Vou modificar pouca coisa, vou por os aspargos picadinhos, aspargos são chatinho de cortar e acho que vai ser um desastre na hora de servir a terrine. Então colocarei na mesma ordem da receita, mas com a diferença deles estarem picados.

Terrine de salmão defumado e aspargos

4 aspargos verdes frescos
400 g de salmão defumado em fatias
3/4 de xícara de cream cheese
1/3 de xícara de creme de leite fresco batido em picos firmes
1 pitada de páprica picante
Sal a gosto
Ramos de endro (dill) para decorar
Torradas para acompanha



Em uma panela, cozinhe o aspargo em água fervente por dois minutos ou até ficar al dente. Escorra e mergulhe em água bem gelada por um minuto. Escorra e reserve. Com uma faca, pique bem metade do salmão defumado. Reserve. Em uma tigela, misture o cream cheese com o creme de leite e a páprica até obter uma mistura homogênea. Junte o salmão defumado picado. Tempere com sal. Reserve. Forre o interior de uma forma de bolo inglês de 9 x 20 cm, com filme plástico, deixando cerca de 2 cm de borda para fora. Disponha as fatias de sal mão restantes, cobrindo to do o fundo e a lateral da forma, deixando 2 cm delas para fora da forma. Espalhe metade do creme de salmão e, por cima, arrume os aspargos inteiros, escorridos. Cubra com o restante do creme, alisando com uma espátula. Vire as fatias de salmão para cima do recheio. Leve para Ge lar, coberto com filme plástico, por uma hora. Desenforme sobre um prato e decore com ramos de endro. Sirva com torradas. 
Rende 8 porções.




Mousse de gorgonzola

Essa receitinha saiu na revista Claudia de 2007! Eles sugerem uma cobertura de peras em calda com especiarias, mas eu acho meio nada a ver colocar fruta em pedaços grandes em cima de algo suave como uma mousse. Então por cima vou por alguns pedacinhos de gorgonzola quebradinhos.  No máximo um pouco de pimenta rosa para dar cor.

Mousse de gorgonzola:

300 grs de gorgonzola
2 xícaras de creme de leite fresco
1/3 de xícara de água
1 envelope de gelatina sem sabor e incolor
azeite para untar


Passe no processador (ou pique e amasse bem com um garfo) o queijo com 1 xícara do creme de leite ate formar 1 pasta. Junte o creme de leite restante.

- Aqui eu vou fazer diferente, vou bater o creme de leite, ate formar quase um chantili mole, e então vou misturar o gorgonzola beem picadinho. E talvez use mais gorgonzola...-

Em um potinho, hidrate a gelatina com a água,leve ao fogo em banho maria ate dissolver. Misture com a pasta de queijo.

Unte uma forma ou assadeira, forre com papel filme ou papel manteiga, unte-o tbm. Coloque o creme e leve a geladeira por 3 horas ou ate endurecer.

Irei fazer a mousse 1 dia antes, para evitar correrias no dia.

Cardápio e Receitinhas para o natal



Oi pessoal, perdoem a falta de receitas novas, mas esse época é terrível...

Vou compartilhar com vcs as receitas que vou fazer no natal aqui de casa. A maioria ainda não tem foto, pq ainda não fiz! Depois do natal posto direitinho, receita com fotos do passo a passo. Por enquanto vou fazer tópicos só com as receias ok?

Nesse tópico vou por apenas o que eu vou fazer e servir. Algumas receitas são compridinhas e por tudo em um post só fica feio.

Cardápio Natal

Entrada:

- Queijo brie com geléia de uva (vc pode usar qualquer geléia, vou usar essa pq já tenho em casa e é divina, com pedacinhos da uva.. um pecado.)

- Mousse de gorgonzola

- Terrine de salmão defumado

Para beber um drink que é quase um ponche. No livro da dona Benta o chamam de " Bebida para festa" e modifiquei um pouco a receita, mas é um drink com morangos, açúcar, sidra e vinho branco.
Para bebericar enquanto o pessoal se serve dos aperitivos.

Ceia:

- Arroz com passas, amêndoas, frango desfiado e canela (é o arroz do almanara, já ensinei aqui!)

- Arroz branco (para o cunhado que não come passas)

- Batata gratinada com queijo e páprica

- Chester ao vinho branco servido com frutas

- Tender cozido na sidra e assado com geléia de gengibre

Para beber: Vinho branco frizante

Sobremesa

- Bolo de chocolate com creme de avelãs

Para beber: vinho do porto

E para abrir os presentes: Champanhe

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Bolo cítrico

Meus bolos ficam todos meio capengas, mas ficam deliciosos! Juro!


Receitinha sem mistério, mas a combinação de tudo ficou assim... Um pecado.

Fiz esse bolo para o aniversário da avó do meu marido, e hoje farei de novo para o aniversário da minha mãe, depois posto foto de como ficou o dela.

Esse bolo fica pouca coisa doce demais, nada que incomode. Mas assim.. Eu e minha sogra somos chatas com coisas muito doces, e percebemos isso. Mas ninguem mais comentou. Pode ser que uma pessoa mais formiga do que nós 2, acho esse meu comentário um absurdo.. rs
É questão de gosto mesmo. Para os formigas de plantão, é perfeito!


Bolo cítrico:


Pão de ló de limão


Meia xícara de suco de limão
Meia xícara de água
4 colheres de óleo
Misture e reserve


3 xícaras de farinha
1 colher de sopa de fermento
Misture e reserve


6 ovos
2 xícaras de açúcar
Raspas de 1 limão

Bata os ovos com o açúcar ate ficar um creme muito claro e com bastante volume.
Acrescente as raspas de limão.
Diminua a velocidade da batedeira, e acrescente a mistura de água, limão e óleo, continue batendo ate incorporar bem.

Pare de bater, e coloque aos poucos a farinha com o fermento. Mexendo delicadamente para não perder o volume.

O sabor fica bem suave, se prefere um bolo com mais sabor de limão, retire a água e use 1 xícara de suco de limão, ao invez de meia xícara.

Asse ate dourar e ficar sequinho.


Creme de limão

Suco de 4 limões
2 latas de leite condesado

Misture bem.

Creme de laranja:

1 litro de leite
1 lata de leite condensado
Suco de 1 laranja bem grande (se vc gosta de mais sabor de laranja, pode por mais suco!)
2 colheres de sopabem cheias de amido de milho
1 colher de sopa de farinha de trigo
2 gemas
Raspas de 1 laranja

Misture todos os ingredientes e leve ao fogo ate engrossar.


Doce de abacaxi

1 abacaxi picado
5 colheres de açúcar

Leve ao fogo ate o abacaxi cozinhar e ficar um amarelo bem vivo.

Merengue - cobertura

3 claras
Meia xícara de açúcar
Raspas de limão

Aqueça tudo em banho maria, mexendo sempre, ate o açúcar derreter e misturar com as claras.

Bata na batedeira ate formar picos firmes.

Montagem:

Corte o pão de ló em 3 partes.

Na primeira, coloque o creme de limão. Cubra com uma parte do bolo. Coloque o creme de laranja e por cima o doce de abacaxi.
Regue a terceira parte do bolo com a calda do doce de abacaxi, depois coloque-a sobre a cobertura de laranja.

Cubra com o merengue

 
Só é um pouco chato de preparar pela quantidade de partes.. São 3 recheios, mais o bolo... Mas nada terrível. Vale a pena investir umas horinhas nesse bolo!

O pão de ló é uma pequena modificação do pão de ló perfeito da Otávia, que já ensinei antes!

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sonhos



Meu cérebro funciona de uma maneira estranha... A algumas semanas atrás foi aniversário do meu primo Zú (na verdade Cláudio, mas pra mim.. vai ser sempre Zú!! rs) e fiquei doida de saudade de dele... Ai lembrei do meu tio Cláudio, pai dele... E fiquei com muita saudade tbm. Logo, lembrei que ele adorava os sonhos que a Dona Júlia, sogra dele, fazia... Bom.. Enquanto eu não fiz sonhos eu simplesmente não tive sossego!

Cozinhar os sonhos com todo carinho foi uma forma simbólica de matar a saudade dessas pessoas queridas...

Tia Vera, não esqueci de vc não viu?? Reparem povo, essa minha tia lindona está sempre por aqui comentando as receitas e me chamando de Popola.. kkkk S2

Sonhos


2 ovos
1 copo de leite morno
1 copo de água morna
1 copo de açúcar
1 colher de sopa de margarina
1 colher de óleo
50 grs de fermento biológico
farinha de trigo (o quanto baste para dar o ponto, cerca de 700grs...)


- Desmanche o fermento no leite e na água mornos e no açúcar. Coloque numa vasilha tampada e deixe crescer.

- Acrescente os outros ingredientes e vá juntando a farinha e amassando ate que a massa se desgrude das mãos.

- Faça bolas, não muito grandes, e frite em óleo não muito quente. Se o óleo estiver muito quente o sonho fica crú por dentro!

- Depois de fritos, deixe escorrer em papel toalha. Depois recheie com creme de confeiteiro e e polvilhe açúcar de confeiteiro.

Facinho!!!


Recheio:

1 litro de leite integral
2 gemas
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
1 colher de sopa bem cheia de amido de milho
1 colher de sopa rasa de farinha de trigo
1 lata de leite condensado
açúcar a gosto

Misture tudo. Leve ao fogo ate engrossar.

Não ficaram iguais aos da Doa Júlia, mas deu pra matar um pouco da saudade...

Estúdio Glória


Essa loja reúne todos os ítens necessários para ser denominada perfeita. Os donos são queridos, lindos e atenciosos. Para resumir essa loja/antiquário/restaurante em um só palavra: Felicidade!

Para chegar ate a lá você ira fazer um passeio delicia pela Granja Vianna (inclusive passar em frente ao sítio em que me casei! Oun...), o local é de tirar o fôlego.. Vale o passeio!



A loja possui peças antigas reformadas com muito estilo e capricho! Morro por uma mesinha de centro colorida!!


Também morro, mas de medo, dos manequins... Eu sempre acho que são pessoas de verdade.. Oh céus... 


Todo sábado servem uma feijoada de se comer de joelhos e rezando! E domingo o restaurante também abre, mas o cardápio sempre muda, então ligue e confirme!


O que dizer desse lugar?.. As imagens dizem tudo não?

Lá você encontra quadros, copos, louças, diversos artigos de decoração! 

Eu fui, AMEI e super recomendo!

Mais detalhes aqui: http://estudiogloria.com.br

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Bolo de caneca



Essa receita é a mais simples possível, e já me salvou diversas vezes aqui em casa! Fica muito gostoso!

Quem me ensinou foi minha amiga linda maravilhosa, a Elga do blog elgapassos.blogspot.com

Bolo de caneca:

INGREDIENTES:
1 ovo pequeno
4 colheres de (sopa) de leite
3 colheres de (sopa) de oleo
2 colheres de ( sopa) rasas de chocolate em po
4 colheres de (sopa) rasas de açucar
4 colheres de (sopa )rasas de farinha de trigo
1 colher de (cafe) de fermento em po

MODO DE FAZER:

Coloque o ovo na caneca e bata bem com o garfo.
Acrescente o oleo, o açucar, o chocolate e bata mais.
Acrescente a farinha de trigo e o fermento e mexa delicadamente ate incorporar.
Leve por 3 minutos no microondas em potencia maxima.

CALDA:
ingredientes:
2 colheres de (sopa) de leite
1 colher de ( cha)de manteiga
1 ou 2 colheres (sopa) rasas de açucar
3 colheres de (sopa) rasas de chocolate em po 

MODO DE FAZER:
Misture tudo e coloque no microondas por 30 segundos na potencia maxima.
Coloque no bolo ainda quente.

DICAS IMPORTANTES:
*Dimensoes desta caneca: Capacidade de 300 ml

*A colher(sopa) da farinha, do chocolate e do açucar sao rasas. Se colocar colher (sopa) fazendo morro, o bolo vai ficar duro.

*Se voce deseja desenformar da caneca, unte outra caneca com margarina e farinha de trigo,coloque a massa e leve o bolo para assar.

*Voce pode servir este bolo com sorvete

Batata Rosti




Essa batata é cozida e depois frita, com uma saladinha é uma refeição completa! Vc pode usar o recheio que quiser, strogonoff, queijo e presunto, camarão, queijos... Eu usei cream cheese e gorgonzola!

Para fazer preparar você precisa cozinhar levemente a batata com casca, o suficiente para ela começar a ficar macia. Quase cozida!
Retire da água e deixe esfriar completamente.
Descasque e rale em um ralador grosso.

Na palma da mão, faça um bolinho com a batata levemente cozida e ralada formando um disco. Salpique sal por dentro, coloque o recheio no centro e cubra com mais batata ralada.
Aperte levemente entre suas mãos, para a batata ficar firme. Como se fosse um bolinho achatado.

Aqueça uma frigideira, e frite em pouco óleo em fogo médio/baixo e com a frigideira tampada! Para que a batata frite por completo.
Deixe fritar bem de um lado, e vire para fritar do outro.

Retire do fogo e escorra em papel toalha antes de servir.

Facinho não? Dá pra fazer e congelar, assim vc tem uma receita delicia para as hrs de desespero. É só descongelar em temperatura ambiente antes de fritar.
Se sua batata passar do ponto e cozinhar demais, escorra e espere ate o outro dia para mexer nela.
No outro dia descasque e congele levemente, para que ela fique mais firme. E então rale a batata!

Funciona super bem!

domingo, 21 de novembro de 2010

Torta integral de legumes



Não tem o que muito o que dizer sobre essa torta... É facil, é deliciosa e não é engordativa. Perfeita!

Segundo meu marido é um record! Eu consegui juntar num prato só tudo o que ele não come! kkk

Torta integral de legumes

Massa: 

1 copo de farinha de trigo
3 colheres de ração humana (ou farelo de trigo, usei a ração humana pq meu farelo de trigo desapareceu no armário..)
2 colheres de linhaça
5 colheres de aveia
3 colheres de margarina light
sal e pimenta do reino a gosto

Misture tudo ate formar uma massa firme que não gruda nas mãos.
Cubra uma forma com a massa, fure com garfo e asse ate ficar bem firme e começar a dourar.

Recheio

1 beringela pequena cortada em rodelas
1 abobrinha pequena cortada em rodelas
1/4 de pimentão vermelho picado grosso
1/4 de pimentão amarelo picado grosso
5 dentes de alho sem casca
1/2 cebola cortada em rodelas grandes

Metade de um queijo minas frescal picado

Coloque tudo (menos o queijo) numa assadeira, regue com azeite e sal. Asse ate os legumes ficarem macios.

Coloque quase todo o queijo em cima da massa, por cima os legumes e por cima dos legumes mais um pouco do queijo.

Coloque um pouco de sal por cima se necessário. Salpique parmesão ralado e flhas de alecrim.

Leve ao forno por uns 10 min, ate dourar um pouco o queijo.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Torta de nutella e frutas



Desculpem a demora para postar no blog, a coisa esta feia com o trampo. Estou bem sem tempo mesmo.

Mas essa torta master super deliciosa vai ajudar a compensar.. Espero!

A massa é uma massa podre (que nome horrível) básica, feita com manteiga e farinha.
Nem vou dar a receita pq a minha desandou. Então aconselho vcs a fazerem uma massa simples, com biscoito maria e manteiga. Assim não tem erro.

O recheio básico foi nutella, tbm ñ tem mistério. É so comprar um potão e por metade dele em cima da massa!
Teve quem reclamou da quantidade de nutella, que coloriam menos. Mas.. Vai do gosto de cada um.

Por cima da nutella coloquei creme de confeiteiro, aquele de rechear sonho sabem? E esse sim vou passar a receita direitinho, é super fácil e fica divino!

Creme de confeiteiro ou creme pâtissière:

300 ml de leite
2 gemas
60 g de açúcar
20g de farinha de trigo
20 g de amido de milho
1 colher de sobremesa de baunilha

Coloque o leite em um panela e e aqueça ate começar a ferver.

Bata as gemas com o açúcar, acrescente a farinha de trigo e o amido de milho e bata ate misturar bem.

Coloque um pouco do leite nessa mistura, para dissolvê-la e então jogue tudo na panela do leite e misture bem. Deixe ferver, mexendo sempre, e cozinhe por uns 2 minutos a mais para cozinhar bem a farinha.Acrescente a baunilha e pronto!


Espere o creme esfriar bem, e coloque na torta sobre a nutella. Por cima do creme coloque frutas da sua preferência.
Eu usei:

-Cerejas frescas
-Mirtilos
- Pêssego em calda
- Morangos
- Kiwi

Fica perfeito com qualquer fruta, use a que vc tiver à mão!

Uma dica, deixe para tirar da forma na hora de servir, não fica a torta mais firme do mundo... rs

Pretendo fazer em breve, essa torta em versão individual, deve ficar lindíssima pequena, para servir uma pessoa só.. Muito linda!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Cheese salada

Você gosta de Mcdonalds??


Repense...

Você gosta de Burger King?



Repense...

Lanchinho com hamburger Wessel, para 2 por 20,00... Ainda quer comer porcaria na rua? Tem certeza??

Hamburguer de 160 grs Wessel, maionese caseira, saladinha (Lavada em casa, não tem o que pague a segurança.. rs) e queijo gouda. Só isso... Rapidinho..

Lanche matador, matador mesmo se vc comer muitas vzs é garantia de ponte safena na certa. Mas..
Uma vez na vida outra na morte pode!

Frozen Yogurt de mamão


Eu sou apaixonada por sorbet e quando fui para o Rio de Janeiro, viciei tbm em frozen iogurt. Pra terem ideia, eu comia uns 3 poteinhos de frozen por dia... rs E aqui em Sp é um parto encontrar onde tenha. "Perto" de casa vende, mas apenas no sabor mexerica, e enjoa né?!

E meu sonho era aprender a fazer frozen.. Sonhava com o dia que poderia comer frozen sempre que quisesse, fazer de todos os sabores...

Quando encontrei a receita de como fazer, me senti tão tapada, tão limitada que passei bons minutos rindo de mim. Frozen Yogurt = Iogurte congelado... Difícil assim.

Para fazer esse frozen, usei meio mamão formosa picado e congelado e 1 pote de iogurte desnatado congelado. Bati tudo no mixer com 1 colher de açúcar ligth..

Sem segredo, sem frescura.. Ou melhor, bem fresquinho! Mas fácil de fazer! E Ligth! VIVA!!!

Já congelei mais um pote de iogurt e comprei framboesas congeladas... Yum yum.. Viciei!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Frango assado com legumes

A perfeita comida de domingo! 

Eu meio que viciei em assar frango com molho tártaro. Fica tão perfeitinho!!!

Essa é a mesma receita que ja ensinei para vocês, com a diferença de que o frango está inteiro e de que deixei marinando em cachaça! Nossa fica bão demais.
Não tem segredo tbm, tempere o frango com bastante molho tártaro, pimenta do reino, sal, cebolinha picadinha e regue tudo com 1 copo de cachaça.
Deixe marinar por pelo menos 1 hora (se puder, deixe marinando a noite toda.. fica uma perdição. Ou melhor ainda, troque a cachaça por vinho branco e o frango por galeto... E morra comendo! É  PERFEITO!).
Mas como nós decidimos chamar os amigos pra almoçar em cima da hr, não deu pra inventar muita moda.

Como o frango era pequeno tive que usar 2.

Para os legumes, não tem segredo tbm. Em uma assadeira separada asse batata doce e cebola (enroladinhas em papel alumínio), 1 cabeça de alho, espigas de milho cozidas e alguns galhos de brócolis.
Depois de assado, retire o papel alumínio do que tiver sido embrulhado e junte todos os leguminhos em volta do frango assado.

Pra fazer com o pé nas costas e dançando!

Arroz à Grega

Comida colorida me faz mais feliz.. De verdade! hahaha


Existem muitas formas de preparar esse arroz, minha mãe gosta de cozinhar os legumes junto com o arroz. Mas eu prefiro fazer os legumes separados e depois misturar, assim controlo melhor o cozimento dos legumes. Eu detesto legumes mole, cozido demais.
Uma amiga minha prefere fazer com legumes enlatados, rápido e prático. Mas como ela mesma me disse, só eu mesmo pra fazer assim, picando legume por legume bem feliz.. rs

Mas recomendo, o sabor fica muito melhor assim, e nem da tanto trabalho.

Arroz à grega

1 cenoura picada
1/2 pimentão vermelho picado
2 espigas de milho (cozinhe o milho e depois separe o milho da espiga, cortando com uma faca)
Aproximadamente 10 vagens picadas
2 xícaras de arroz
1/4 de cebola picada
Tempero a gosto ( eu uso: sal, pimenta do reino, salsinha, cebolinha, orégano)
Azeite a gosto

Prepare o arroz a seu modo. Enquanto o arroz cozinha:

Refogue bem a cebola no azeite, acrescente os legumes picados e refogue bem. Tempere com os temperinhos verdes, sal e pimenta. Acrescente meio copo de água e cozinhe com a tampa fechada, mexendo de vez em quando, ate que os legumes fiquem macios.

Misture o arroz pronto com os legumes refogados.

Simples não??

domingo, 31 de outubro de 2010

Filé wellington


Já comentei aqui no blog sobre esse prato, comemos em Mendosa, Argentina, em um restaurante badaladinho.
Eu adorei mas meu marido não tinha curtido tanto, vinha acompanhado de cebola assada e purê de batata doce. O purê estava muito ecat e o conjunto todo do prato estava um pouco pesado. Mas era delicioso.

Essa semana me dei conta de que tinha tudo em casa para preparar essa receita, mas a carne que eu tinha em casa era fraldinha e não filé. Mas fiz mesmo assim e não me arrependi, ficou PERFEITO.

Super recomendo esse prato para aquele dia especial, em que queremos impressionar. Mas como estávamos só  eu e maridenho em casa, correndo e super atrasados para o cinema, fiz o " pacote de massa"  meio nas coxas.. Dá pra fazer um pacotinho lindo, bem trabalhado.. Mas a pressa falou mais alto.

Apesar de ser um prato fino, é o tipo de comida que eu fico com vergonha de tão simples de preparar. Nem tem muita graça receber elogios por ele!


Filé a Wellington

Você precisa apenas de um carne cortada em fatias grossas e temperada com sal e pimenta. Prefira uma carne macia e magra ou bem limpa. Tempere-a com sal e pimenta.

Frite a carne na manteiga, ate ficar ao ponto. Dourada por fora e tenra por dentro.

Para montar o pacote de massa, use massa folhada ou massa filó. Corte 2 quadrados grandes o suficiente para caber o bife no centro e sobrar bordas para dobrar. Coloque pedaços caprichados de queijo gorgonzola no centro e sobre ele o filé.

Para montar use sua imaginação! Você pode ser preguiçoso como eu fui e só embrulhar como um pacotinho, ou fazer um embrulho mais elaborado... Uma ideia legal é levantar a massa para cima e prender com um barbante. Depois de assado é so cortar o barbante.

Bom, embrulhe o filé como você preferir e leve ao forno ate dourar a massa. Sirva com uma salada de sua preferência.
Purê de batata doce é recomendado como um acompanhamento fino, mas eu acho intragável! Pra mim uma saladinha de folhas é mais do que suficiente.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Cebola assada recheada com cogumelo

Olhem o coração que amor! Foi sem querer acredita? fofo!

Tudo bem que cebola e cogumelo não são exatamente as comidas mais populares do planeta, mas eu adoro!

Essa receita é de inspiração mexicana, e para ser bem sincera eu não vi a receita em lugar nenhum.. Eu vi a foto em um blog que comentava sobre comidas mexicanas e lumbriguei demais na cebola! hahaha
E foi simples de fazer, não sei se ficou exatamente igual  às originais mexicanas, mas ficou divina!

Para preparar vc vai precisar de uma cebola grande, 2 colheres de cogumelo paris ou o cogumelo de sua preferência, 1 colher de requeijão, um pouco de manteiga, sal e cebolinha.

Descasque a cebola e com uma faquinha afiada faça um buraco no centro dela. Fica ainda mais fácil se você tiver em casa aqueles boleadores de legumes ou frutas.

Refogue o cogumelo na manteiga, tempere com sal e cebolinha. Misture ao requeijão.
Coloque o recheio dentro da cebola.
Envolva a cebola em papel alumínio e leve ao forno por aproximadamente 15 min ou ate ela ficar bem macia.
Retire o papel e deixe dourar por mais uns 5 min.

E só! Simples demais. Perfeito para acompanhar uma carne assada..

Por dentro.. huum... 

domingo, 17 de outubro de 2010

Torta de maçã com massa filó


A receita original é da revista Claudia, eu adaptei pouca coisa, só para deixá-la mais ao meu gosto. Acrescentei mais açúcar e troquei ameixas por uvas passas.

Aparentemente é uma receita super complicada, mas quem já conhece o blog sabe que eu sou super preguiçosa! Fujo com todas as minhas forças de receitas trabalhosas. E o pouco trabalho que essa receita dá vale a pena.. Muito a pena!

Posso dizer sem medo que é a melhor torta de maçã que comi na vida, sem mentira!

O sabor é simples, sem rodeios.. Leve, doce no ponto certo e muito saborosa! O o cheirinho? Nossa.. Bom demais!

Torta de maçã com massa filó

6 maçãs pequenas ou 4 grandes (usei da turma da mônica)
1 xícara de açúcar
2 xícaras de café de uva passa branca sem semente
1/2 xícara de café de água
1 colher de maizena
1 colher rasa de essência de baunilha. 
1 rolo de massa filó ( compre pronto, fica na sessão de congelados do supermercado!)
2 colheres de manteiga sem sal 

Descasque as maçãs, retire o miolo e pique e fatias. Reserve.

Derreta a manteiga em uma panela, acrescente o açúcar e mexa ate formar uma "farofa". Acrescente as maçãs picadas e as uvas passas,  mexa com cuidado ate as maçãs ficarem macias
.

Misture a maizena e a essência de baunilha na água, coloque junto com as maçãs e mexa bem ate engrossar.



Retire do fogo e reserve.

Montando a torta

A massa filó é uma massa bem fininha, parece um papel vegetal. 
Para facilitar na hora de retirar da forma, usei papel manteiga para forrar a forma.



Coloque 4 folhas da massa na assadeira, deixando uma parte da massa para fora, cerca de 5 cm. Pincele manteiga entre as camadas das folhas.

Coloque o recheio e cubra as beiradas da torta com a massa que ficou para fora.

Tive que por um pouco a mais de massa dos ladinhos!



Corte quadradinhos da massa e amasse, colocando sobre a torta de forma a fazer um " ninho" com a massa.




Leve ao forno ate dourar. Para servir polvilhe açúcar de confeiteiro! 

Perfeita para servir no natal!

Huum.. Coisa boa! O melhor de tudo é que a massa fica super crocante!

Frango assado com molho tártaro


Eu passei a vida toda pensando que frango assado de padaria era a melhor coisa para um final de semana em que ninguem quer cozinhar. E eu adorava um bom franguinho de padaria..
Ate fazer eu mesma o frango assado... Acho que nunca mais vou conseguir comer frango assado fora de casa.

O frango de padaria tem um perfume delicioso, nós faz salivar e ficamos doidos de vontade. Mas na hr de comer a coisa muda. A carne fica sempre seca, e a única parte realmente saborosa é a pele! Que fica bem tostada e crocante.

Mas, como sabemos que a pele é gordura pura, evitamos a todo custo! Provamos um pedacinho só para não morrer de vontade..

Bom, esse frango não deu nenhum trabalho para preparar, foi tudo muito simples mesmo. E a carne ficou macia, suculenta, tenra... O cheirinho desse frango assando foi algo avassalador, gostoso demais! - pobres vizinhos... -

Comparando o frango comprado com o feito em casa que eu percebi o obvio.. O frango comprado fora passa horas sendo mantido quente naquelas máquinas de assar! Não tem como ele ficar tenro! A carne resseca mesmo.

Como estávamos em 2 pessoas, comprei meio frango. E foi o suficiente para comermos muitooo bem!

Sempre gostei de fazer frango assado com maionese, mas comprei um molho tártaro da marca Casino e a base dele é maionese.. E arrisquei trocar  maionese de sempre pelo molho tártaro.. Nossa... Ficou MUITO bom!

Frango assado ao molho tártaro

Meio frango
1 alho amassado
1 ramo de alecrim (solte as folhas do talo para usar)
2 cebolinhas picadas
1 ramo pequeno de salsinha picada
2 colheres bem fartas de molho tártaro (usei da marca cassino, mas qualquer marca serve!)
azeite, sal e pimenta do reino a gosto

Fure o frango com uma faca afiada ou um garfo.
Tempere bem o frango com todos os ingredientes, onde der tente colocar um pouco do tempero por baixo da pele, coloque algumas folhas do alecrim nos furinhos feitos com a faca para o aroma penetrar bem.

Depois de temperado ele fica bonito assim!


Quando o frango estiver bem envolvido com o tempero, cubra a assadeira com papel alumínio e leve ao forno por 20 ou 30 min. Depois retire o alumínio e deixe no forno ate dourar.

Parece uma receitinha boba, mas não se deixe enganar pela simplicidade da receita! O sabor fica uma coisa de doido. O gosto do molho tártaro fica bem suave, mesmo quem não gosta de molho tártaro vai gostar desse frango (meu marido por exemplo!).

Outro ângulo do franguinho.. rs

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Sorbet de limão com abacaxi e calda de cachaça


Receitinha super simples e deliciosa!

Servi de sobremesa para uma feijoada, e foi um sucesso!

Para a calda:

1/2 copo de água
4 colheres de açúcar demerara
4 colheres de açúcar normal
4 colheres de cachaça ( se vc prefere o sabor mais forte, pode por mais!)

Dissolva os açúcares na água, e leve ao fogo ate engrossar levemente.
Acrescente a cachaça e ferva por mais 1 minuto.

Reserve.

Usei sorbet de limão, da frutare! Custa nem R$5,00 e é perfeito!

Para montar, coloque 1 fatia de abacaxi, no centro dela coloque 1 bola de sorbet.
Regue o sorbet com a calda de cachaça e decore com hortelã!

Pronto em 5 min!